#ConteudoEinformacao

Deputados federais incluíram no pacote de medidas contra a corrupção proposto pelo Ministério Público, na madrugada desta quarta-feira 30, uma emenda que propõe punir a “atuação político partidária” praticado por juízes e membros do Ministério Público (MP), sob o argumento de que não se pode admitir “privilégios a ninguém”.

A emenda é de autoria da bancada do PDT, e foi defendida pelo líder da legenda na Câmara, deputado Weverton Rocha (MA). Pelo texto referendado em plenário, magistrados podem ser processados se opinarem sobre processo em julgamento.

Em votação nominal, a emenda ao pacote anticorrupção foi aprovada por 313 votos a favor, 132 contrários e cinco abstenções. O acompanhamento foi feito pela Coordenação do Sistema Eletrônico de Votação (CENIN) na Câmara.

Pela bancada federal maranhense, 11 deputados votaram a favor, dois contra e cinco deixaram de votar por não ter registrado presença. Confira, a seguir, como votou cada um dos 18 deputados federais do Maranhão:

Sim

Alberto Filho (PMDB)
Aluísio Mendes (PTN)
André Fufuca (PP)
Cléber Verde (PRB)
João Marcelo Souza (PMDB)
José Reinaldo (PSB)
Junior Marreca (PEN)
Juscelino Filho (DEM)
Pedro Fernandes (PTB)
Waldir Maranhão (PP)
Weverton Rocha (PDT)

Não

Eliziane Gama (PPS)
Hildo Rocha (PMDB)

Ausentes

João Castelo (PSDB) – está internado, em estado de saúde delicado
Julião Amim (PDT)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB)
Victor Mendes (PV)
Zé Carlos (PT).

Do Atual7.