Avião com time da Chapecoense cai e mata 25, diz prefeito de Medellín

#ConteudoEinformacao

avião com a equipe da Chapecoense sofreu uma queda perto do aeroporto internacional de Medellín na madrugada desta terça-feira. Segundo o prefeito de Medelín, Federico Guitiérrez Zuluaga, ao menos 25 pessoas morreram no acidente e cinco foram resgatadas com vida. A aeronave da companhia Lamia com 72 pessoas a bordo e nove tripulantes perdeu contato com a torre de controle ao sobrevoar o município de La Ceja, perto de Medellín, no noroeste da Colômbia, por volta de 22h15 (hora local). O avião teria sofrido falha elétrica.

Os jogadores decolaram do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na segunda-feira e chegaram a fazer escala técnica em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, antes de seguir para seu destino. A delegação da Chapecoense teve que mudar seu plano de voo por uma decisão da autoridade da aviação brasileira, que o impediu de se ir para Medellin em um avião fretado.

A operação de resgate no local do acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia foi suspensa nas primeiras horas da manhã desta terça-feira devido à forte chuva na região, informou o aeroporto de Medellín. A Aeronática da Colômbia informou que instalou um centro de controle no aeroporto de Medellín por conta do acidente.

O prefeito de Medellín disse através de seu perfil no Twitter que a prefeitura disponibilizou a rede de hospitais e enviou uma equipe do Departamente Administrativo de Gestão de Risco e Desastre ao local do acidente.

A equipe da Chapecoense disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra Atlético Nacional, na quarta-feira, em Medellín. Até o momento, não foi emitido nenhum comunicado pelo clube catarinense.

A Confederação Sul-americana de Futebol, por meio de nota, confirmou que foi notificada por autoridades colombianas sobre o acidente envolvendo a aeronave que transportava a equipe da Chapecoense. No comunicado, a Conmebol lamenta o ocorrido:

” A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido. Todas as atividades da confederação estão suspensas até um novo aviso”, consta em um trecho da nota. 

Ainda de acordo com o comunicado, o presidente da confederação, Alejandro Domínguez, está a caminho de Medellín.

Um vídeo publicado na página da Chapecoense em uma rede social mostra a equipe e os jogadores do time no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, momentos antes do embarque. No registro, o gerente de futebol do clube, Cadu Gaúcho, afirmou que essa seria a viagem “mais importante do clube até agora”.

— A cada ano que passa a gente vai conseguindo marcar a história do clube. A gente espera que, novamente, numa final inédita sul-americana, a gente possa fazer um primeiro jogo muito bom — disse ele no vídeo.

Os jogadores decolaram do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na segunda-feira e chegaram a fazer escala técnica em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, antes de seguir para seu destino. A delegação da Chapecoense teve que mudar seu plano de voo por uma decisão da autoridade da aviação brasileira, que o impediu de se ir para Medellin em um avião fretado.

A operação de resgate no local do acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia foi suspensa nas primeiras horas da manhã desta terça-feira devido à forte chuva na região, informou o aeroporto de Medellín. A Aeronática da Colômbia informou que instalou um centro de controle no aeroporto de Medellín por conta do acidente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s