#ConteudoEinformacao

Na manhã desta sexta-feira a Polícia Federal realizou em Rosário, município do Estado, a Operação “ASAS” para combater a caça ilegal de animais silvestres na Área de Soltura de Animais Silvestres (ASAS), localidade utilizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para tratar animais e devolvê-los à natureza. Estavam envolvidos na operação 30 policiais federais que tiveram o apoio de servidores do Ibama, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nas residências de caçadores.

Ação semelhante foi realizada em 2009, Operação Oxóssi, nessa operação foram presas nove pessoas. Na oportunidade, a Polícia Federal combatia o tráfico internacional de animais silvestres e deflagrou as ações em nove estados. Do Maranhão saíram principalmente as aves silvestres, os animais mais comuns em apreensões de tráfico.

Segundo a ONG WWF Brasil, este comércio ilegal de animais silvestres movimenta US$ 10 bilhões por ano em todo o mundo.

De acordo com o Ibama a maior parte das capturas dos animais ocorre no Maranhão, Bahia, Ceará, Piauí e Mato Grosso. Enquanto que o consumo maior parte de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.