#ConteudoEinformacao

Usuários de celulares pré-pagos – que representam 69,5% da população brasileira, segundo dados da Anatel – são o novo alvo dos cibercriminosos. De acordo com a PSafe, empresa brasileira de segurança e performance mobile, em menos de uma semana, mais de 25 mil pessoas já foram afetadas e acessaram o link malicioso que oferece a falsa promessa de crédito grátis para planos pré-pagos.

O ataque, que é elaborado e possui até um vídeo no Youtube com o passo a passo da falsa promoção, pode expor ou roubar os dados dos usuários além de causar prejuízos financeiros, pois cadastra as vítimas em serviços de SMS pagos. Segundo os especialistas da PSafe, o golpe consiste em receber uma mensagem de um contato conhecido ou de algum grupo do WhatsApp convidando as pessoas a clicarem no anúncio da promoção, também conhecido por phishing (link malicioso).

Em seguida, o falso comunicado induz o usuário a, primeiramente, compartilhar o link com 10 amigos e cinco grupos para assim estar apto a ‘receber os créditos’. Após seguir os passos indicados, o usuário é enviado para uma página de cadastramento em serviço pago de SMS.

Para não se tornar uma vítima de hackers, o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni, reforça a necessidade dos usuários de smartphone terem sempre, no celular, um antivírus com a função ‘antiphishing’ instalado, permitindo, assim, que ele tenha sua navegação segura na internet. “Ter um comportamento preventivo na internet é parte fundamental da segurança digital de cada indivíduo, porém somente um software de segurança constantemente atualizado é capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual. Sem esse tipo de recurso, os usuários ficam desprotegidos”, alerta.