#ConteudoEinformacao

escola-magnifica

O estudante Carlos Almeida se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com o objetivo de passar para a Faculdade de Filosofia na Universidade Federal do Paraná (UFPR), mas um toque de celular complicou o sonho do participante.

O rapaz, por desatenção, deixou o telefone ligado dentro do saco plástico. Depois de algumas horas de prova, o celular tocou no meio da sala do exame. Carlos foi imediatamente eliminado do concurso. Já do lado de fora do Colégio Estadual Guaíra, em Curitiba, onde ele fez a prova, o candidato, cabisbaixo, demonstrou a frustração:

– É o tipo de desatenção que não podia ter. O coloquei ligado no saco plástico e após algumas horas de prova, ele tocou e fui eliminado. Acho que foi minha mãe que ligou – contou ele, que ainda pode entrar na UFPR pelo vestibular da própria instituição. – Pelo Sisu as chances eram maiores, mas agora é estudar e torcer para que mais nada dê errado.

Carlos saiu do local junto com o candidato Willian Mayke, que, depois de 2h30 de prova, disse que achou o exame bastante simples.

– Não estava tão difícil assim como eu esperava – avaliou o participante de 28 anos, que é corretor de imóveis e quer cursar Engenharia da Computação. – Fui rápido, mas li todas as questões.

De O Globo.