#ConteudoEinformacao

Mais de 11 mil policiais são destacados para garantir a segurança no segundo turno das eleições em São Luís. Deste total, 9,6 mil são do efetivo da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). O policiamento vai cobrir os 264 locais de votação distribuídos nas nove zonas eleitorais de São Luís. Serão 600 militares de prontidão especificamente para esses locais. O planejamento conta, ainda, com o reforço de 1,5 mil homens das Forças Armadas.

Esse contingente se soma aos 2,5 mil policiais que farão a cobertura da segurança cotidiana da cidade. O planejamento integra a segunda etapa da operação ‘Eleições 2016’. “As estratégias adotadas no primeiro turno serão intensificadas nesta etapa, apesar de termos uma situação mais tranquila. É um trabalho planejado que integra todo o sistema de segurança e que tem a população como parceira”, ressaltou o subcomandante de Polícia Militar, Jorge Luongo.

A expectativa é de um processo eleitoral mais tranquilo, comparado ao primeiro turno, avalia o chefe do setor de Planejamento Estratégico da PMMA, tenente-coronel Cláudio Roberto de Farias Freitas. “Todo o efetivo está voltado para a capital neste segundo turno e foi possível realizarmos um plano mais abrangente. A Polícia Militar vai dispor de policiamento excedente em todos os locais de votação e ainda equipes de prontidão permanentemente. O trabalho policial diário não será comprometido e não vai faltar policial na cobertura da eleição”, afirmou.

O tenente-coronel Freitas analisou que, no primeiro turno, se apresentava uma situação atípica, mas que está controlada devido ao trabalho intensivo das polícias. “Havia um cenário de instabilidade, contornado com as ações diretas e coordenadas no sistema prisional e a polícia foi às ruas com todo seu aparato. Somado a isto, todo o efetivo que cobriu os interiores no primeiro turno está disponível para a capital nesta segunda etapa das eleições. O cenário é mais favorável”, avalia o comandante.

O militar reforçou a atuação do policiamento nas seções de votação, nos coletivos, no atendimento das ocorrências e em pontos estratégicos, ruas e avenidas com grande índice de pessoas e fluxo de veículos.

A Polícia Militar vai colocar em campo as equipes do Comando de Policiamento Metropolitano – CPAMs I, II e III; do Comando de Policiamento Especializado, que inclui as equipes da Tropa de Choque, Cavalaria, Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam), Grupo de Operações Especiais, Batalhão de Polícia Ambiental e Batalhão Tiradentes; Centro Tático Aéreo (CTA) com três helicópteros; e as Unidades de Segurança Cidadã (USCs) do Coroadinho e Vila Luizão. “Essa mobilização será para o dia da eleição. Todas as unidades estarão com o total do efetivo de prontidão”, enfatiza Cláudio Freitas. O segundo turno da eleição será das 8h às 17 h, deste domingo (30).

Investigação

Equipes da Polícia Civil também integram a operação para esta segunda etapa das eleições com um trabalho preventivo e coercitivo, apurando denúncias de compra de votos e outros crimes como pistolagem e agiotagem. Assim como no primeiro turno, para este segundo momento da eleição, a SSP orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu 2.0”, compatível com todos os sistemas operacionais.