Mortes, assaltos e cadáveres na Reserva do Itapiracó! Frequentadores reclamam da insegurança no local

#ConteudoEinformacao

Quem frequenta a Reserva do Itapiracó, em São Luís, inaugurada em dezembro de 2014, reclama da falta de segurança no local. A sensação de medo foi agravada após o episódio desta semana, em que o corpo de uma mulher foi encontrado em um matagal no espaço ambiental.

reformas-e-manutencao-para-sua-casa

A urbanização da Reserva do Itapiracó fez parte de um projeto de recuperação do parque, que leva o mesmo nome, e foi criado em 1977. Com uma área de aproximadamente 320 hectares, a reserva tem, de forma predominan­te, uma vegetação re­manescente da Floresta Amazônica.

O certo é que na área da reserva já é comum o achado de cadáver e a quantidade de assaltos nem se fala, vários leitores denunciaram assaltos na região.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s