#ConteudoEinformacao

O bancários dos bancos privados de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Florianópolis e Maranhão aprovaram o fim da greve da categoria, que completou 31 dias nesta quinta-feira. A decisão foi tomada durante assembleia realizada na sede do sindicato no fim da tarde. As atividades das agências serão retomadas amanhã. Todos os bancos decidiram encerrar a paralisação, menos a Caixa Econômica, que votou pela manutenção.

De acordo com o representante do sindicato dos bancários, Renato Dambroz, foi aceito o reajuste salarial de 8%, 10% no vale alimentação, 15% na cesta alimentação e R$ 3500 de abono salarial único.

Também foi garantido o aumento real de 1% em todos os salários e demais verbas.

É a primeira vez nos últimos 12 anos que os bancários não têm aumento real. A reunião que oficializou a nova proposta ocorreu entre as 17h30 de quarta-feira às 5h de quinta-feira.