#ConteudoEinformacao

Depois do incêndio, quebra quebra e tumulto generalizado promovido por detentos da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) São Luís 6, antigo Centro de Detenção Provisória (CDP), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na tarde de ontem (24), o clima segue aparentemente ‘tranquilo’.

Porém, após a rebelião estourada, a visita foi suspensa neste domingo (25) e em protesto pela medida, mulheres e familiares dos apenados fizeram um protesto em frente à Penitenciária interditando durante horas a BR 135, em Pedrinhas, entrada de São Luís.

Policiais Militares e Rodoviários Federais foram acionados e permaneceram no local durante toda a tarde para evitar qualquer tumulto. O Choque também ficou em alerta para evitar que mais um motim tivesse princípio na unidade prisional.

No local, manifestantes já se dispersaram e nenhuma outra ocorrência foi registrada.

Do Blog do Minard.