#ConteudoEinformacao

Com o lema, “retirar direito dos Trabalhadores não gera crescimento econômico e nem empregos” as  Centrais Sindicais, Força Sindical, CUT, CTB, UGT, CSP-Conlutas, CSB e Nova Central Sindical realizão  nesta quinta feira em São Luis/Ma, ato unitário de  paralização nacional contra a retirada de direitos adiquiridos dos trabalhadores, anunciadas  pelo presidente  Michel Temer.  

Por conta da adesão dos trabalhadores rodoviários da capital aos protestos deste quinta feira, São Luis amanhecerá sem ônibus coletivo, que irá durar das zero hora até o meio dia. 

O dia de paralização  nacional organizado pelas Centrais Sindicais nesta quinta feira dia 22/09/, culminará com atos de protesto em todas as capitais brasileira e em milhares de municipios pelo País afora. 

Em  São Luis, o ponto alto das manifestações será um grande ato público de protesto na Pça Deodoro, Centro Histórico da capital, com início para as 16 horas.