#ConteudoEinformacao

O governo do Japão está considerando uma forma mais sustentável para fazer as medalhas entregues aos campeões Olímpicos: a partir de metais retirados de celulares reciclados.

Para você que não sabe, as medalhas Olímpicas não são 100% feitas de metais preciosos (ouro, prata e bronze), ou seja, contém outros elementos em sua composição.

A cidade sede dos próximos jogos, Tóquio 2020, percebeu a viabilidade de fabricá-las usando componentes de telefones reciclados. Isso porque produtos eletrônicos (como smartphones) contêm pequenas quantidades de metais preciosos, incluindo platina, paládio, ouro, prata, lítio, cobalto e níquel, que podem ser extraídos a partir deles.

A justificativa é o fato de que como o Japão não possui recursos minerais próprios e teria de importá-los para fabricar as medalhas.

A estratégia sustentável é uma alternativa que não só vai poupar dinheiro como permitirá aos japoneses reciclarem algumas das milhares de toneladas de lixo eletrônico produzidas a cada ano.

Do R7