​#ConteudoEinformacao

Pesquisadores do Observatório Europeu do Sul (ESO) encontraram evidências de um planeta orbitando à estrela mais próxima da Terra, a Proxima Centauri. De acordo com os cientistas, o planeta, denominado Próxima B, orbita a sua estrela a cada 11 dias e possui uma temperatura que permite a existência de água líquida em sua superfície.
O Próxima B é rochoso e um pouco mais massivo que a Terra e pode também ser o mais próximo a abrigar vida fora do Sistema Solar. Um artigo científico descrevendo a descoberta será publicado nesta quinta-feira.

A estrela Proxima Centauri fica situada a pouco mais de 4 anos-luz de do Sistema Solar. Ela estrela foi observada regularmente na primeira metade de 2016 por um telescópio do ESO instalado em La Silla, no Chile, e simultaneamente monitorada por outros telescópios em todo o mundo a partir de indícios da existência de um outro planeta ainda em 2013.
Neste novo trabalho, os dados do chamado Pálido Ponto Vermelho mostram que a variação nas velocidades da Proxima Centauri se dão pela existência de um planeta com uma massa de pelo menos 1,3 vezes a massa da Terra, que orbita a cerca de 7 milhões de quilômetros da Proxima Centauri.
“Verifiquei a consistência do sinal todos os dias durante as 60 noites da campanha Pálido Ponto Vermelho. Os primeiros 10 eram muito promissores, os primeiros 20 eram consistentes com as expectativas. A partir de 30 dias, o resultado era praticamente definitivo, por isso começamos a escrever um artigo”, afirmou Guillem Anglada, líder da equipe de astrônomos que realizou o trabalho.