#ConteudoEesportes

Neste sábado (20), diante do Vasco, a equipe tricolor ficou no empate por 1 a 1, em jogo realizado no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES). O resultado não aliviou a pressão sobre o time maranhense, mas pelo menos poderá servir de alento aos comandados de Flávio Araújo na luta para fugir da zona de rebaixamento.

Após sair na frente com Nenê na etapa inicial, o Vasco viu um Sampaio Corrêa chegar ao empate no início do segundo tempo com Heverton. Na sequência, o time maranhense foi melhor na partida, criou boas chances e chegou até a marcar um gol aos 40 minutos, mas o tento foi anulado pela arbitragem para reclamação tricolor. No fim, o 1 a 1 foi o resultado final.

Se a igualdade manteve o Sampaio na lanterna da Série B, agora com 14 pontos, o 1 a 1 não alterou a vida do Vasco na Segunda Divisão. A equipe cruzmaltina chegou aos 40 pontos e segue firme na primeira colocação, cinco pontos a frente do Ceará, que ainda joga na rodada.

O Sampaio Corrêa volta a campo já nesta terça-feira (23). O time tricolor receberá o Avaí, no Estádio Castelão, às 19h15. Já o Vasco vai encarar o Tupi no próximo sábado (27) fora de casa. As duas partidas válidas pela 21ª rodada da Série B.

O principal ingrediente da partida entre Vasco e Sampaio foi a marcação. O time tricolor apostou na forte marcação para evitar sair atrás no placar. Com uma boa postura defensiva, o Sampaio até tentou fazer alguns contra-ataques, mas a equipe tricolor não foi perigosa. O jogo era muito equilibrado.

O Sampaio fazia um bom jogo. Apesar de não criar boas oportunidades de gol, o time tricolor conseguia evitar a pressão do Vasco. Mas, aos 28 minutos, um lance mudou toda a história da partida. Imprudente, Luiz Otávio derrubou Mádson dentro da grande área. Pênalti marcado, e Nenê na marca da cal. O camisa 10 mostrou toda a sua categoria, deslocou Rodrigo Ramos e tirou o zero do placar: 1 a 0.

O time tricolor sentiu o golpe do gol sofrido. Nos cinco minutos seguintes, o Vasco teve pelo menos duas ótimas oportunidades para ampliar o marcador. Para sorte tricolor, Eder Luis e Éderson erraram a pontaria, e o placar permaneceu apenas 1 a 0.

No fim da primeira etapa, o Sampaio chegou a ficar perto do empate. Luiz Otávio cabeceou uma bola no travessão, enquanto que Pimentinha chutou colocado assustando Martín Silva. Mas os lances apenas assustaram os vascaínos, que foram para o vestiário ainda na frente.

Nos primeiros quinze minutos do segundo tempo, o time maranhense viveu seu melhor momento na partida. O gol marcado por Heverton aos 4 minutos mudou a história da partida. O empate fez o Sampaio acreditar que poderia conseguir vencer. E Pimentinha teve duas chances claras em um mesmo lance para virar o jogo. O atacante parou em Martín Silva e não soube aproveitar o momento tricolor.

Após o domínio tricolor, o Vasco voltou a ser perigoso no ataque. A equipe vascaína pressionou, mas criou poucas oportunidades claras de voltar a liderança do placar. Na melhor chance, Thalles parou em Rodrigo Ramos, que fez linda defesa. A bola ainda bateu na trave.

No fim da partida, o Sampaio chegou a fazer o gol da virada. Após cobrança de falta de Rayllan, a bola foi desviada para o fundo do gol defendido por Martín Silva. A equipe tricolor até comemorou a virada, mas o árbitro anulou o gol alegando falta no lance. Reclamação tricolor foi intensa, mas a decisão da arbitragem foi mantida.