#ConteudoEinformacao

Um cabo da Polícia Militar identificado como Jennylson Reis e Silva foi preso na madrugada desta terça-feira (16) no município de Peritoró, a 236 km de São Luís, após ser flagrado com cerca de 300 kg de maconha.

Segundo informações do delegado da Superintendência de Investigações ao Narcotráfico (Senarc), Carlos Alessandro Assis, as investigações ocorreram após denúncias anônimas que afirmavam o envolvimento do militar com o tráfico na região.  “As investigações tiveram início a partir de várias denúncias anônimas. Segundo as denúncias que recebemos o Jennylson teria envolvimento na distribuição de drogas nas cidades de Coroatá, Pedreiras e Peritoró”, revelou o delegado da Senarc.

Ainda conforme o delegado no momento da prisão, o cabo da PM estava em companhia de mais dois indivíduos reconhecidos como Paulo José Vieira de Sousa e Adriano Gomes Chaves. Os três presos estavam transportando o entorpecente em uma carreta, onde seria distribuído em São Luís. “O cabo não estava sozinho nesse esquema. Com ele foram presos mais dois comparsas. Os três foram flagrados por volta das 4h30 próximos da rodoviária do município de Peritoró. O PM admitiu que toda a droga seria distribuída na capital”, contou.

O delegado Carlos Alessandro disse que o cabo Jennylson Reis e Silva é lotado em Peritoró. Ele, Paulo José Vieira de Sousa e Adriano Gomes Chaves que serão autuados pelos os crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico serão encaminhados ainda nesta terça-feira para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde ficarão à disposição da Justiça. “Os três serão enquadrados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles serão levados para o presídio de Pedrinhas”, finalizou.