​#ConteudoEolimpiadas

O desempenho da Seleção Brasileira Feminina de futebol se mostrou vivo e impactante até mesmo na pressão, percebe-se a coletividade de jogo, união e empenho.

Com muita vontade de vencer, as meninas bateram a Austrália nos pênaltis por 7 a 6 (0 a 0 no tempo normal e prorrogação) e se classificam para às semifinais dos Jogos Rio 2016. Após ver Marta, a estrela do time perder um dos pênaltis, a goleira Bárbara pediu apoio à jogadora cinco vezes melhor do mundo.

–  É um momento que eu nem consegui “digerir” ainda. Eu só tenho a agradecer a Deus por tudo. Só ele e minha família sabem as dificuldades que a gente passa no extracampo. Eu me preparei, eu estou preparada e, quando a Marta perdeu aquele pênalti, eu pensei que ela não poderia ser julgada por isso. Ela é cinco vezes melhor do mundo. A gente não pode perder. Eu pedi força para Deus e, na hora que eu mais precisei, foi Ele que me deu forças. Na hora que a gente mais precisou, eu estava ali e conseguimos sair com essa vitória – disse Bárbara ao SporTV.

Depois de tanto sofrimento, Bárbara fala em descanso, mas mostra muita determinação para continuar na luta pelo inédito ouro no futebol feminino do Brasil em uma edição de olimpíada. 

– A gente precisa ter mais forças, descansar agora, para que a gente possa ganhar essa medalha de ouro. Eu acho que, depois desse jogo de hoje, a gente merece. A gente mostrou, realmente, determinação, garra e temos que ir em busca disso. O ouro tem que ser nosso! – concluiu.    

Na próxima fase, no Maracanã, terça-feira, o Brasil enfrenta a Suécia, que também venceu os Estados Unidos, nos pênaltis. Esta será a segunda vez que brasileiras e suecas se enfrentarão na Olimpíada Rio 2016. Na primeira fase, Marta e cia golearam as meninas europeias por 5 a 0.