​#ConteudoEinformacao

Após se incomodar com o choro do sobrinho, homem comete homicídio qualificado por motivo fútil, por meio cruel e impossibilidade de defesa, bem como agravado pelo cometimento de crime contra criança e a embriaguez preordenada. O caso foi registrado na cidade de Santa Inês, a 250 km da capital maranhense.

O suspeito do brutal assassinato foi Claudeildo Melonio Costa, mais conhecido como “Loirinho”. A vitima foi o próprio sobrinho, de apenas um ano e oito meses de idade. Loirinho, após se embriagar, teria chegado em casa e dormido. Durante a madrugada, se levantou com o choro da criança e se dirigiu ao quarto do sobrinho. Após vários socos na cabeça da vítima, o bebê passou a ter convulsões. Ao perceber o que fez, chamou a esposa dizendo que a criança estava passando mal. Apesar de ter sido levada ao hospital, o bebê não resistiu e veio a óbito.

A tia da criança declarou que loirinho já havia dito que não gostava da criança. Claudeildo foi preso em flagrante pela Polícia Civil.