#ConteudoEolimpiadas

O narrador Galvão Bueno não se segurou com o fraco desempenho da seleção brasileira masculina de futebol — que não conseguiu sair do empate sem gol contra o Iraque e agora vai para a última rodada precisando de uma vitória para se classificar — e soltou os cachorros pra cima do time de Rogério Micale. Neymar, em especial, foi o principal alvo dos comentários.

No minutos finais do empate contra a seleção iraquiana, Galvão Bueno lembrou que na vitória da seleção feminina de futebol o torcedor que acompanhou o jogo no Engenhão gritou “A Marta é melhor que o Neymar” e fez o seu desabafo:

Publicidade

“Ontem, no jogo do Engenhão, num determinado momento da partida, a torcida começou a gritar que a “Marta joga mais que o Neymar”. Eu entendi isso, não só como uma brincadeira, como um desabafo porque o futebol feminino tem jogado aquilo que o torcedor quer ver. E o futebol masculino não joga o que o torcedor quer ver. Até porque não há comparação da Marta com o Neymar. Ela tem cinco bolas de ouro, tem todos os títulos. O Neymar pode até vir a ser mais importante que ela, mas hoje é nada. Nesse momento, ela é mais importante”, desabafou.

O comentarista Walter Casangrande também aproveitou a deixa do narrador para falar de seu descontentamento com o futebol brasileiro.

“A Marta representa aquilo que eles [os brasileiros] querem. O comportamento que eles gostam. O comprometimento que eles gostam. [E tem] orgulho de vestir a camisa da seleção brasileira. O Neymar está representando aquilo que eles não querem ver. Ele não está agradando o torcedor brasileiro. Não é diretamente para o Neymar, é para o time todo. O futebol brasileiro, atualmente, é dessa maneira. Sinto falta de um comprometimento maior”, completou.