#ConteudoEinformacao

Uma garota de programa maranhense de 33 anos, foi presa nesta semana, em Fortaleza (CE), suspeita de repassar drogas para clientes em esquema que envolve prostitutas, taxistas, mototaxistas e jogadores de poker. De acordo com as polícias cearense e piauiense, Maria Leuda da Silva, a Gabi, já era investigada há pelo menos seis meses.

Ela, que tinha mandado de prisão temporária expedido pela Justiça do Piauí, foi presa na Praia de Iracema, um dos pontos turísticos de Fortaleza. Outras noves pessoas envolvidas no caso já haviam sido detidas. A maranhense ficará presa no Piauí.

De acordo com a polícia, ela estava em Fortaleza há uma semana, quando começou a suspeitar que estava sendo investigada em Teresina (PI). O esquema envolvia venda e distribuição de drogas em casas de jogos e prostituição, sobretudo, no Nordeste. O grupo atendia pessoas de alto poder aquisitivo, viciadas em cocaína.