#ConteudoEinformacao

Ônibus foram incendiados e postos policiais alvos de tiros. Ataques começaram na tarde de sexta-feira (29).

O Governo do Estado confirmou que foram registrados 32 ataques em dez cidades do Rio Grande do Norte desde a tarde desta sexta-feira (29). Ônibus foram incendiados e postos policiais alvos de tiros. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 25 suspeitos de envolvimento nos ataques foram presos até às 13h deste sábado (30).

De acordo com o governo, os ataques aconteceram em Natal, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Macaíba, Mossoró, Caicó, Currais Novos, Florânia, Santa Cruz e Jardim de Piranhas. A Secretaria de Segurança Pública preferiu não detalhar os locais e número de veículos queimados e depredados, mas, de acordo com um levantamento,pelo menos 20 veículos foram alvos de bandidos.

Após os primeiros ataques, os ônibus foram recolhidos das ruas por volta das 18h de sexta. A população teve dificuldades para voltar para casa sem o transporte público. Na manhã deste sábado os ônibus voltaram a circular normalmente.

O ataque mais recente aconteceu na manhã deste sábado (30), em Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Um homem encapuzado atirou pedras em um ônibus da linha 57 e quebrou o para-brisa e a porta. A PM foi acionada e houve troca de tiros com os bandidos, mas ninguém foi preso nesta ocorrência.