#ConteudoEinformacao.     #SOMOSTODOSOLIMPICOS.

Um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal, fez um pouso forçado no heliponto do Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio. Nenhum dos três tripulantes ficou ferido.

Horas antes do incidente, o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, havia utilizado o mesmo heliponto do Palácio. Ele visitou a cidade para realizar uma inspeção nos equipamentos de segurança do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão. O helicóptero acidentado estava sendo usado também pela comitiva de Moraes.

Segundo a assessoria da PRF, a aeronave estava em procedimento de pouso no próprio palácio quando apresentou problemas e teve de fazer um pouso forçado. A PRF não divulgou detalhes sobre o que pode ter causado o acidente.
As circunstâncias, segundo a PRF, serão apuradas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos – CENIPA.
A assessoria de imprensa do governo informou que o pouso já estava previsto e que não havia nenhuma autoridade ou servidor do estado na aeronave. O controle do heliponto do Palácio é feito pela Subsecretaria Militar da Casa Civil, mediante solicitação.

Do G1.com