#ConteúdoEinformação

Tragédia familiar ocorreu no município de Condeúba, sudoeste do estado. Pai foi morto a facadas pelo filho; em defesa, menor matou o agressor.

Uma briga familiar acabou na morte de pai e filho no município de Condeúba, no sudoeste da Bahia, no início da noite de terça-feira (26). De acordo com o delegado Arilano Botelho, que investiga o caso, Josimar de Sousa Santos matou o pai com uma facada e foi atingido a paulada pelo irmão, que é menor de idade e tentou defender o pai. Ambos os agredidos foram socorridos para unidades médicas da região, mas não resistiram aos ferimentos.

Com base em apurações preliminares, Botelho afirma que a tragédia ocorreu após uma discussão relacionada a um cartão do programa Bolsa Família.

“Em princípio, colhidas as primeiras informações, Josimar teria furtado o cartão de Bolsa Família [da casa]”, detalhou. Irritado após questionamento, ele atingiu o pai com uma facada. Geraldo Moura dos Santos foi encaminhado para um hospital do município, mas já chegou ao local sem vida.

Durante a confusão, Botelho detalha que o agressor foi atingido a paulada pelo irmão, que tentou defender o pai. Gravemente ferido, Josimar foi encaminhado para um hospital do município de Vitória da Conquista, a cerca de 160 quilômetros de Condeúba, onde também faleceu. O delegado acrescenta que ele apresentava indícios de problemas psicológicos.

A tragédia familiar chocou os moradores de Condeúba, município com cerca de cerca de 18 mil habitantes. Por conta da comoção, Botelho afirma que os familiares ainda não foram ouvidos no depoimento.

Sobre o adolescente, que matou o irmão ao tentar defender o pai, o delegado destaca que não há indiciamento criminal previsto até o momento. “Vamos ouvir a família para identificar a trajetória criminal dele. Ele pode ter um excludente de ilicitude [quando provas justificam legítima defesa, por exemplo]”, alerta.

Informações do passandonahora.com.br