#ConteúdoEinformação

Bandidos estão conseguindo se livrar das tornozeleiras facilmente, sair para suas práticas criminosas e a tornozeleira eletrônica servindo de álibi, pois ficou ligada na residência no criminoso.

O certo é que detentos conseguem burlar o sistema de tornozeleiras eletrônicas, usado para monitorar o trajeto dos presos mantidos em regime aberto ou em liberdade condicional. No vídeo, um detendo mostra como aprendeu a retirar os pinos que fixam o equipamento à perna. “Quando você quiser sair à noite, que é fora do horário, você retira. Quando estiver dentro do horário, coloca”, ele explica.

Observa-se que a forma de monitorar presos em regime aberto e semiaberto, usando a tornozeleira eletrônica não tem impedido os reeducandos de burlarem o sistema e cometerem crimes diversos.

O que vem ocorrendo é uma luta eletrônica, haja vista que as câmeras de segurança mostram os detentos em atos criminosos, enquanto que as tornozeleira eletrônicas garantem que esses detentos estavam em casa.

Com informações do Blog do Caio Hostilio.