#ConteúdoEinformação

“Sabe de nada inocente” ela assaltava clientes no salão e depois ostentava os produtos roubados nas redes sociais.
A polícia realiza buscas para interceptar uma quadrilha que rouba salões de beleza em São Luís, no Maranhão. O grupo é chefiado por duas mulheres que se passam por clientes. Depois dos roubos, as suspeitas ostentam os objetos roubados nas redes sociais. O caso ganhou destaque no Bom Dia Brasil desta quinta-feira (21). A reportagem é de Sidney Pereira e César Hipólito.

As donas de salão de beleza relatam os momentos de medo que passaram durante as ações criminosas. “Eu estou tomando remédio pra dormir só por conta do pavor que eu passei, que eu não desejo para ninguém isso”, disse uma dona de salão de beleza que não quis ser identificada.

Segundo a polícia, os bandidos escolhem salões com preços altos e as mulheres utilizam os serviços do estabelecimento como se fossem clientes. Elas observam se, dentro do salão, há mulheres com celulares ou joias. Depois elas acionam os comparsas.

Os vídeos do sistema de monitoramento flagraram várias situações em alguns salões de beleza. Em todos eles, é registrada a mesma forma de agir durante os roubos. As mulheres chamam os outros participantes da quadrilha, que entram armados e recolhem os objetos pessoais dos clientes.

Uma mulher identificada como Jéssica Lopes, de 26 anos, seria a chefe do grupo, segundo investigações da polícia. A quadrilha foi interceptada através das redes sociais. É que depois dos roubos, as mulheres ostentavam os objetos em fotos publicadas em redes sociais.